Siga o Jornal de Brasília

Charges

Fluxograma da propina na Saúde do DF

Millena Lopes
millena.lopes@homolog.jornaldebrasilia.com.br

A presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, acusou o governador Rodrigo Rollemberg de ser o autorizador da distribuição de propinas no GDF. “Ele (Renato Santana) disse que o governador tinha autorizado. Ele (Rollemberg) autorizou”, afirmou Marli, se referindo ao vice, que teria confirmado que o governador sabia da cobrança de 10% de propina nos contratos da Fazenda. Ela também entregou um suposto fluxograma da propina na Secretaria de Saúde, entregue aos deputados, que demonstraria que os recursos seriam em parte controlados pelo governador e em outra, pela primeira-dama Márcia Rollemberg.

Segundo a sindicalista, o documento pode mudar a saúde pública de todo o País, por mostrar que o esquema chega ao Ministério da Saúde. “(O fluxograma) foi feito durante uma conversa com o ex-subsecretario Marcos Junior, que pode ser chamado para depor. Podem, inclusive, fazer exame grafotécnico. Quando chegamos no Ministério da Saúde, a história vazou e não pudemos mais continuar”, alertou.

Leia na íntegra.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

///////////////////////////////////// // Anncios /////////////////////////////////////